Provérbios – um guia para a vida

“Pede-me o que queres que eu te dê”, “Pede um desejo”.

Lembramo-nos da história do génio da Lâmpada de Aladino, um dos contos das “mil e uma noites” que iluminou a infância de tantos e que nos conta a história de um mágico capaz de realizar desejos. Vamos imaginar que somos confrontados com esta pergunta. Quem não desejaria estar perante esta situação? Seria um bom exercício espiritual. A questão fundamental: qual seria a nossa resposta? O que pediríamos?

Diz-nos a Bíblia que um dia Salomão passou por esta experiência durante um sonho:

7 Naquela mesma noite, apareceu Deus a Salomão e lhe disse: Pede-me o que queres que eu te dê.
8 Respondeu-lhe Salomão: de grande benevolência usaste para com Davi, meu pai, e a mim me fizeste reinar em seu lugar
9 Agora, pois, ó SENHOR Deus, cumpra-se a tua promessa feita a Davi, meu pai; porque tu me constituíste rei sobre um povo numeroso como o pó da terra.
10 Dá-me, pois, agora sabedoria e conhecimento, para que eu saiba conduzir-me à testa deste povo; pois quem poderia julgar a este grande povo?
11 Disse Deus a Salomão: porquanto foi este o desejo do teu coração, e não pediste riquezas bens ou honras, nem a morte dos que te aborrecem, nem tampouco pediste longevidade, mas sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te constituí rei,
12 Sabedoria e conhecimento são dados a ti, e te darei riquezas, bens e honras, quais não teve nenhum rei antes de ti, e depois de ti não haverá teu igual. (2 Cr 1)

Este Salomão, que desejou sabedoria e conhecimento acima de qualquer outra coisa, vai ser o autor da maior parte deste livro soberbo que é Provérbios.

Temos, pois, entre mãos um texto que transportou até nós, através das eras, a sabedoria de Salomão que é sabedoria divina, no sentido em que lhe foi dada, sendo verdadeiramente um dom conferido pelo nosso Deus.

Na verdade este livro acrescenta também um saber acumulado do povo israelita, tendo tido também influências de outros povos do médio oriente ao longo de gerações. Baseado em experiências da vida real, chegou até nós após ter passado o crivo do tempo sem perder actualidade.

De que trata o livro de Provérbios?

A maior parte do livro não se refere a temas propriamente “religiosos” mas à vida humana nas suas diversas dimensões existenciais. Pois é, a Palavra de Deus não fala só de grandes temas da espiritualidade, de fé, de graça, de salvação. Também nos dá instruções para a vida prática. E quanto precisamos de orientação! Precisamos de um verdadeiro GPS para a vida.

Vivemos tempos estranhos, em que é cada vez mais gritante a necessidade de ouvirmos vozes que sejam verdadeiros guias num mundo à deriva, sem rumo, desejoso de encontrar algo com verdadeiro significado. Nunca como hoje tivemos acesso a tanta informação, nunca ouvimos tantas vozes, tantas opiniões, tantas propostas, nunca tanta ciência. E na verdade cada vez se ouve mais o desabafo “Sinto-me perdido”.

O que podemos aprender com este livro?
Provérbios ensina-nos como pensar.
Provérbios ensina-nos como viver.
Provérbios ensina-nos:
A sermos pais, a sermos filhos, a vivermos sabiamente, a dominar a nossa mente, a escolhermos os nossos amigos, o nosso cônjuge, a recebermos orientação divina.

Quando nos encontramos perante decisões difíceis, esperamos ouvir a voz de Deus de uma forma sobrenatural. Perguntamo-nos “Qual é a vontade de Deus para mim?”. Pois bem, a vontade de Deus está muitas vezes na sua Palavra, pacientemente à nossa espera, assim tenhamos nós o discernimento de a procurar. Lembras-te que Salomão pediu sabedoria e ela lhe foi dada por Deus e ele a trouxe até nós?

Há alguns anos, nos Estados Unidos, um pastor estava a pensar desenvolver o seu ministério no Texas, e com esse objectivo começou a procurar uma casa para comprar. Pediu conselho ao seu pai que lhe sugeriu que deveria primeiro estabelecer o seu pastorado e só depois pensar em adquirir casa. Pouco tempo depois confrontou-se com este versículo de Provérbios:

“Cuida dos teus negócios lá fora, apronta a lavoura no campo e, depois, edifica a tua casa” Provérbios 24;27

A resposta estava ali.

Proponho-te fazer algumas incursões neste livro da Palavra de Deus nos próximos domingos. É sobre ele e também sobre Cântico dos Cânticos que trata a nossa revista da EBD neste trimestre. Poderás obter um exemplar à entrada do nosso salão de cultos e aprofundar os teus conhecimentos. Talvez mude a tua vida. Talvez.

Desejo-te um domingo abençoado.

José Alves

Deixar uma resposta